segunda-feira, 31 de maio de 2010

Á tua Palavra ao som de "Ameno" - Era



À Tua Palavra (eu quero ser a luz)

Eu quero ser a luz
Eu quero ser o sal
Chamaste-me, Senhor!
E eu respondo: "Eis-me aqui".
Eu quero ser a luz
Eu quero ser o sal
Tu deste-me a vida
E eu me entrego a Ti.

Este mundo anseia
Pela paz e a verdade
Uma terra que não salga
Um coração que não arde
Eu quero ser a luz
Que enfrenta
Com a força,
A coragem de vencer.

À Tua Palavra
Lançarei as minhas redes
Sei que estás ao meu lado
E eu quero arriscar por ti
Faço-me ao largo
Só em ti eu confio
E quando me sentir cansado
É em teu regaço que descansarei

Canção escutista
Música: Vitor Duro e Victor Palma
Letra: Daniel Pereira e Victor Palma




"O que nós somos é o presente de Deus a nós. O que nós nos tornamos é nosso presente a Deus." (Eleanor Powell)

Selinho Fabuloso



Ganhei este selinho da minha querida amiga Valeria, do blog: http://docefilosofia.blogspot.com/

Fiquei feliz por me incluir na sua escolha, obrigada amiga.

Regras:

Dizer o que nos deixa triste e o que nos faz feliz.

O que me deixa triste, é ver uma criança sofrer seja por que motivo for, é ver pessoas de idade completamente sós e abandonadas, é ver maltratar a natureza, é ver que ainda falta tanto para sermos todos irmãos, sem distinção de raças, sexo ou religião.

O que me deixa feliz, é ver o sorriso dos meus filhos e do meu marido, é observar e sentir toda a energia que emana da natureza, das arvores, das flores, é sentir o vento na minha cara, é ver quem nós amamos felizes.

Nomear dez mulheres fabulosas:
Realmente não é uma tarefa muito fácil, pois minhas amigas são todas muito queridas e especiais, mas, aqui vai:

http://docefilosofia.blogspot.com/

http://anamgs.blogspot.com/

http://blogsdasoniasilvino.blogspot.com/

http://alegriade-viver.blogspot.com/

http://poesiaseternas2.blogspot.com/

http://rosasolidao.blogspot.com/

http://blogdedoraregina.blogspot.com/

http://cuidandonossocanteirointerior.blogspot.com/

http://blogrenatapoesia.blogspot.com/

http://rita-bueno.blogspot.com/

http://perolamarinha-45.blogspot.com/

http://agulheta.blogspot.com/

http://zambezianachuabo.blogspot.com/


Para todas aqui deixo este pequeno presentinho, que estas rosas possam alegrar o vosso coração



domingo, 30 de maio de 2010

Sorria - Poema de Charlie Chaplin



Sorria, embora seu coração esteja doendo
Sorria, mesmo que ele esteja partido
Quando há nuvens no céu
Você sobreviverá...

Se você apenas sorri
Com seu medo e tristeza
Sorria e talvez amanhã

Você descobrirá que a vida ainda vale a pena se você apenas...

Ilumine sua face com alegria
Esconda todo rastro de tristeza
Embora uma lágrima possa estar tão próxima
Este é o momento que você tem que continuar tentando
Sorria, pra que serve o choro?
Você descobrirá que a vida ainda vale a pena
Se você apenas...

Se você sorri
Com seu medo e tristeza
Sorriso e talvez amanhã
Você descobrirá que a vida ainda vale a pena
Se você apenas Sorrir...

Este é o momento que você tem que continuar tentando
Sorria, pra que serve o choro
Você descobrirá que a vida ainda vale a pena
Se você apenas Sorrir

Charlie Chaplin




"Ainda que haja noite no coração, vale a pena sorrir para que haja estrelas na escuridão." (Arnaldo Alvaro Padovani)

sábado, 29 de maio de 2010

Vamos orar como Mahatma Gandhi



Mahatma Gandhi nasceu no dia 2 de Outubro de 1869. Foi um homem especial que conseguiu mobilizar multidões apenas com a força das suas palavras inspiradoras. A vontade de ajudar e o amor pelo próximo foram as armas que o moveram durante toda a sua vida.

"A arte da vida consiste em fazer da vida uma obra de arte". Mahatma Gandhi

Vamos parar um pouco e aprender a orar como ele…




"Meu Senhor...

...Ajuda-me a dizer a verdade diante dos fortes e a não dizer mentiras para ganhar o aplauso dos débeis.

Se me dás fortuna, não me tires a razão. Se me dás êxito, não me tires a humildade.

Se me dás humildade, não me tires a dignidade.

Ajuda-me sempre a ver a outra face da medalha, não me deixes culpar de traição a outrem por não pensar como eu.

Ensina-me a querer aos outros como a mi mesmo. Não me deixes cair no orgulho se triunfo, nem no desespero se fracasso.

Mas antes recorda-me que o fracasso é a experiencia que precede o triunfo. Ensina-me que perdoar é um sinal de grandeza e que a vingança é um sinal de baixeza.

Se me tiras o êxito, deixa-me forças para aprender com o fracasso. Se eu ofender a alguém, dá-me energia para pedir desculpa e se alguém me ofende, dá-me energia para perdoar.

Senhor...se eu me esquecer de ti, nunca te esqueças de mim!"

Mahatma Gandhi



"Não importa a ideologia ou posição política
...todos coincidimos em algo
Queremos Paz..."

sexta-feira, 28 de maio de 2010

A cebola e a saúde


A cebola é natural do Sudoeste da Ásia. A sua utilização estendeu-se à Índia, China, Médio Oriente e Norte de África. Os Egípcios consideravam-na sagrada e, com o inseparável alho, constituía o alimento dos escravos que construíram as pirâmides (Que outros insondáveis segredos terão sido levados para aqueles túmulos?...). Havia povos que lhe punham sal e comiam com pão. Os Mediterrânicos também ficaram rendidos ao seu paladar. Adquiriu elevado valor comercial e chegou a servir de moeda de pagamento de rendas na Europa medieval. Os soldados, em plena frente de batalha, consumiam-na, por ser fonte de vigor.



Ao longo dos tempos a cebola tem sido apreciada não só como ingrediente de diversos pratos como também pelas suas propriedades terapêuticas. Era bastante popular entre os anciãos gregos e romanos como tempero quando não encontravam uma especiaria suficientemente picante. Entre as populações mais pobres, a cebola era a eleita devido ao seu baixo preço.

Cristóvão Colombo transportou cebola para as Antilhas e daqui o seu cultivo propagou-se por todo o hemisfério ocidental. Actualmente, os principais países produtores de cebola são a China, Índia, Estados Unidos, Rússia e Espanha.



As cebolas, cientificamente denominadas de Allium Cepa, possuem grande diversidade de tamanhos, cores e paladares, e podem encontrar-se frescas, congeladas, em conserva, enlatadas e até desidratadas. Existem variedades de cebolas fortes, subtis, picantes ou doces.


Independentemente da qualidade, ela tem um extraordinário efeito curativo que se deve a que, além de diversas vitaminas nomeadamente a C, E e as do complexo B (ácido fólico, B3 e B6) e minerais, tais como, potássio, fósforo, cálcio e magnésio, tem também crómio, ferro, iodo, cobre, magnésio, etc, tem ainda um baixo valor energético pois o seu teor em água rodeia os 94%.



Vantagens
Inacreditáveis maravilhas da Cebola: purifica o sangue e o fígado de substâncias tóxicas, que são eliminadas através dos rins; abre o apetite (bem, isto só é uma vantagem para alguns…); age contra a prisão de ventre; protege contra as infecções do aparelho digestivo; diminui o nível de açúcar (glicose) em circulação, pelo que é aconselhável a diabéticos; ajuda em casos de asma brônquica e problemas respiratórios; reduz o índice de triglicéridos; é boa para o coração, e, deste modo, favorece quem padece de doenças do foro coronário; auxilia em situação de enfermidades renais ou hepáticas, e constitui um elemento preventivo do cancro do estômago.

Perdemos essas propriedades quando a cebola é cozida, porém auxilia diminuir os coágulos sanguíneos.

● No tratamento da Diabete, a cebola desempenha um papel curativo e regenerador muito importante. O crómio, presente em quantidades consideráveis neste alimento, auxilia as células na resposta à acção da insulina.

● As vitaminas C e E apresentam capacidade antioxidante sendo fundamentais na formação de colagénio, glóbulos vermelhos, ossos e dentes. A vitamina C também promove a absorção do ferro férrico.

● A cebola contém quercitina um agente antioxidante, cuja acção vai auxiliar na redução do colesterol e o aumento do colesterol HDL (bom colesterol). Participa, também, na redução da tensão arterial e evita a formação coágulos sanguíneos, ajudando assim a prevenir patologias do foro cardiovascular.

● A ingestão de cebola associa-se ainda à redução de sintomas associados a condições inflamatórias, pois contém compostos que inibem a lipoxigenase e cicloxigenase – enzimas que geram prostaglandinas inflamatórias e tromboxanos – reduzindo, desta forma, o efeito pró-inflamatório, que é potenciado pela acção da vitamina C e quercitina.




● As suas propriedades diuréticas tornam-na um meio depurativo de primeira categoria sendo muito eficaz em casos de hidropisia e retenção da urina.

● O fósforo e magnésio desempenham um papel importante também na formação dos ossos e dentes assim como no bom funcionamento intestinal, nervoso, muscular e imunitário.
● O contributo do ácido fólico é essencial para a formação de glóbulos vermelhos, síntese de material genético e de anticorpos.

● O chá de cebola é muito curativo, especialmente para constipações, rouquidão (já comprovei e deu resultado), doenças dos rins, gripes , tosse, asma, bronquite.



CHÁ DE CEBOLA: Ferver pedaços de cebola, ou as cascas da cebola, tomar puro, com mel ou açúcar mascavo.

Desvantagens
O consumo exagerado de cebola pode aumentar a formação de gases e causar desconforto gastrintestinais, principalmente se ela for consumida crua. Depois de cozida ou escaldada as suas propriedades fermentativas reduzem e elas já ficam mais suaves.

DICA :
A cebola embora seja muito apreciada, apresenta um “senão” que é o facto de deixar sempre uma lágrima nos olhos de quem a manipula! O composto responsável por este fenómeno é um disulfureto de alilo propilo que é produzido quando os compostos de enxofre se libertam pelo rompimento das células da cebola e são expostos ao ar.



Para atenuar este efeito, descasque a cebola cerca de uma hora antes do corte, desta forma, irá tornar mais lenta a actividade da enzima que produz o disulfureto de alilo propilo e é uma escolha alternativa ao método tradicional de cortar a cebola sob água corrente. Este último processo pode diluir a quantidade de disulfureto de alilo propilo, diminuindo a irritação nos olhos mas também diminui os seus efeitos benéficos na saúde.

A cebola combina e oferece um sabor especial a quase todos os tipos de pratos. É um dos condimentos mais usados em todo o mundo. Dá sabor crua, cozida, ou refogada, sabendo agora de todos os benefícios que ela traz para a saúde, ainda a vou comer com mais gosto.




“Não sabemos avaliar a saúde quando a temos, lamentamos a sua falta quando a perdemos." (Marquês de Maricá)

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Entre a árvore e o vê-la - Poema de Fernando Pessoa



Entre a árvore e o vê-la
Onde está o sonho?
Que arco da ponte mais vela
Deus?... E eu fico tristonho
Por não saber se a curva da ponte
É a curva do horizonte...

Entre o que vive e a vida
Pra que lado corre o rio?
Árvore de folhas vestida -
Entre isso e Árvore há fio?
Pombas voando - o pombal
Está-lhes sempre à direita, ou é real?

Deus é um grande Intervalo,
Mas entre quê e quê?...
Entre o que digo e o que calo
Existo? Quem é que me vê?
Erro-me... E o pombal elevado
Está em torno na pomba, ou de lado?

Fernando Pessoa


Praia da Albandeira

O ano passado fui numas mini-férias até ao Carvoeiro e visitei algumas praias ao seu redor. Todas elas eram lindas, cada uma com a sua beleza muito própria. Penso que nunca é demais falarmos do que temos de bonito no nosso País.

Hoje apresento: a Praia de Albandeira

A Praia da Albandeira é uma praia de pequena dimensão, que pode ser atingida pelo litoral através das rochas e dos túneis naturais. É pouco frequentada e tranquila. No alto dos penhascos existem dois miradouros que permitem desfrutar da bela paisagem.




Está situada na zona costeira do concelho de Lagoa, no Algarve, EN125, passando pela Caramujeira. Para chegar á praia temos de seguir por uma estrada estreita de via única, onde há ao longo do percurso espaços para nos desviarmos, caso venha algum carro em sentido contrário. O caminho para a praia percorre campos com matos típicos de barrocal, onde abundam alfarrobeiras de cheiro adocicado. Mais perto do mar crescem exuberantes matos litorais com zimbro e espécies típicas das arribas como o funcho-do-mar, a barrilha, a salgadeira e o vistoso pampilho-marítimo.




Após alguns kms por uma paisagem natural muito bonita, passamos à frente do empreendimento do Luís Figo e do Paulo China o Suites Alba Resort & Spa.




Mais à frente chegamos à zona de estacionamento sobre a praia. Ao descer da zona de estacionamento para a praia, um painel informativo avisa contra os perigos existentes ao passear pelas rochas circundantes. 




É uma praia de pequena dimensão situada numa baía bem protegida por falésias, típicas desta zona da costa algarvia. As rochas formam reentrâncias e abrigos, bem como belas piscinas naturais.




A oeste da praia de Albandeira há uma segunda baía rochosa, que quando está maré-cheia, penso que só será possível ter acesso a nado ou de barco, nós tivemos sorte e conseguimos passar através de um túnel escavado por baixo das rochas para esta baía. É realmente um local muito bonito.




Serviços de apoio disponíveis: Estacionamento amplo e ordenado. Bodyboard, Surf, Restaurante, Bar. Não dispõe de cadeiras ou toldos. Não dispõe de vigilância balnear.

Alojamento na região de Lagoa
para poder visitar e usufruir desta lindíssima praia:
■ Quinta do Paraiso, Carvoeiro – Foi onde eu fiquei e simplesmente adorei. 






■ Suites Alba Resort & Spa, sobre a falésia da praia de Albandeira, perto da Praia do Carvoeiro
■ Colina Da Lapa Club, Vale da Lapa Sesmarias – Alfanzina
■ Terrace Club Apartamentos, Quinta das Palmeiras – Alporcinhos
■ Parque de campismo de Ferragudo


É uma praia bastante acolhedora onde se pode descansar tranquilamente ou apreciar a natureza percorrendo e explorando as várias grutas e piscinas naturais. O mar agitado, é muito procurado por praticantes de surf e bodyboard. Algumas rochas na costa perto da praia de Albandeira são tão íngremes e acidentadas que apenas as gaivotas conseguem encontrar um lugar para descansar.

Vá conhecer. Vale a pena.




“Tenho a impressão de ter sido uma criança brincando à beira-mar, divertindo-me em descobrir uma pedrinha mais lisa ou uma concha mais bonita que as outras, enquanto o imenso oceano da verdade continua misterioso diante de meus olhos. “ (Isaac Newton)

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Cleópatra – A mais famosa Rainha do Egipto

Cleópatra VII Thea Filopator nasceu em 69 a.C., na cidade de Alexandria, cidade situada no Delta do Nilo e foi a última faraó e rainha da dinastia de Ptolomeu.


Embora fosse egípcia por nascimento, pertencia a uma dinastia macedónica que se estabelecera no Egipto em 305 a.C., quando o general macedónio Ptolomeu tomou o título de rei.


Era filha de Ptolomeu XII apelidado Auletes (tocador de flauta) e diz-se de Cleopatra VI Trifena. O nome Cleópatra significa "glória do pai", Thea significa "deusa" e Filopator "amada por seu pai".

É uma das mulheres mais conhecidas da história da humanidade e um dos governantes mais famosos do Egipto, tendo ficado conhecida somente como Cleópatra. Nunca foi a detentora única do poder na sua terra natal - de facto co-governou sempre com um homem ao seu lado: o seu pai, o seu irmão (com quem casaria mais tarde) e, depois, com o seu filho. Contudo, em todos estes casos, os seus companheiros eram apenas reis titularmente, mantendo ela a autoridade de facto.



Segundo Plutarco, Cleópatra Falava fluentemente egípcio, árabe, persa, aramaico, etíope, somali, além de suas línguas maternas. A sua primorosa educação, proporcionou-lhe a bagagem intelectual para, que pudesse manipular personagens importantes da sua época com o único objectivo de manter o Egipto como um estado independente.

Não era considerada bonita, ela devia o domínio que exercia sobre os homens que se aproximaram dela à inteligência brilhante, sedutora, feita de mil facetas, viva, fulgurante, capaz de cegar.


Em 58 a.C. o pai de Cleópatra Ptolomeu XII , foi obrigado a abandonar Alexandria, devido à sua má política interna e externa, que fez com que perdesse a ilha de Chipre, tradicionalmente egípcia, motivando revolta entre os seus súbditos. O poder ficou nas mãos da sua filha Berenice IV, que foi eleita a nova soberana. Dois anos mais tarde com a força das armas e a ajuda do governo romano da Síria conseguiu recuperar o trono, mas como Berenice reagiu e não quis devolver-lhe o poder, mandou executá-la.


Quando o faraó morreu em 51 a.C., tinha quatro filhos legítimos ainda muito jovens, dois rapazes ambos chamados Ptolomeu, e duas meninas Arsinoé de 14 anos e Cleópatra. Antes de falecer, Ptolomeu o ultimo grande faraó da era ptolomáica, nomeou os seus filhos, Cleópatra a mais velha e Ptolomeu XIII, como novos soberanos do Egipto. Cleópatra subiu ao trono egípcio aos 17 anos de idade. Seguindo o costume da sua dinastia, Cleópatra casou com o irmão que teria cerca de quinze anos de idade.

Gostava de luxo e costumava enfeitar-se com jóias de ouro e pedras preciosas ( diamantes, esmeraldas, safiras e rubis ), que encomendava de artesãos ou ganhava de pessoas próximas e familiares.


Os monarcas estavam rodeados por homens da corte que ambicionavam o poder e que exerciam um forte domínio sobre o irmão de Cleópatra, sendo de referir Teódoto, preceptor de Ptolemeu XIII, o eunuco Potino e o oficial do exército Aquilas. Estes cedo se aperceberam que Cleópatra queria governar sozinha, assim os conselheiros colocaram o povo de Alexandria contra Cleópatra, que foi obrigada a fugir para o sul do Egipto e depois para a Síria.

A rainha não se dá por vencida e consegue juntar um pequeno exército de mercenários, tendo regressado ao Egipto para lutar contra o irmão que era controlado por Aquilas, um egípcio chefe do exército real.


Entretanto a situação internacional altera-se quando a 9 de Agosto de 48 a.C. Pompeu é vencido por César na Batalha de Farsália, na Tessália. Após a derrota procura refúgio em Alexandria, tendo Ptolomeu XIII declarado que aceitava recebê-lo. Contudo, o verdadeiro plano do rei consistiu em ordenar a morte de Pompeu, julgando que desta forma agradaria a César. No entanto, esta atitude não agradou a César que acabou por tomar Alexandria.

O objectivo de César era mediar a questão entre Cleópatra e o seu irmão, em benefício de Roma. Assim Cleópatra e Ptolomeu, ela na fronteira do deserto e ele em Pelusa, receberam o convite de César para se apresentar diante dele.

Afastada do palácio real, Cleópatra compreendeu que era preciso rapidamente conseguir o apoio de César. Sedutora e extremamente inteligente, sabia muito bem como utilizar o poder que detinha. Num plano audacioso e arriscado, ela enviou a si própria, embrulhada dentro de um tapete, como presente a Júlio César. Após desenrolar-se do tapete, o seu argumento foi tão ousado quanto o seu plano, ao dizer que havia ficado encantada com as histórias amorosas de César e por isso queria conhece-lo. Não demorou a conquistar o conquistador e tornou-se, assim, sua amante, o que ajudou a estabelecer o seu poder no país.


Numa tentativa de solucionar a crise César procurou que o testamento de Ptolemeu XII fosse respeitado e confirmou Cleópatra e Ptolemeu XIII como co-regentes do Egipto. Para além disso, propôs que os irmãos mais novos de Cleópatra, Arsínoe e Ptolemeu XIV, deixassem o Egipto e se tornassem soberanos de Chipre.

Contudo, Arsínoe era ambiciosa e conseguiu que o exército a declarasse rainha do Egipto. Arsínoe mandou matar o oficial Aquilas que começava a fazer-lhe oposição e em breve o seu irmão Ptolemeu XIII juntou-se à sua causa. Em 47 a.C. o exército egípcio seria derrotado por César. Arsínoe foi feita prisioneira e Ptolemeu XIII morreu. Cleópatra casa com o seu irmão mais novo Ptolemeu XIV que só tinha 6 anos.

Em Junho de 47 a.C. Cleópatra deu à luz Ptolomeu XV César, conhecido como "Pequeno César" (Cesário).

Em 46 a.C., a convite de César, Cleópatra instala-se em Roma, com o filho e Ptolomeu XIV, onde é recebida como uma rainha por César, mas para o povo romano ela não era mais do que sua amante. César, nunca se importou com o povo, que não gostava da egípcia e construiu em sua honra uma estátua de ouro no templo de Vénus. Porém, o descontentamento era tal, que em 15 de Março de 44 a.C., Júlio César foi assassinado durante uma reunião do Senado romano.


Com a morte de César, Cleópatra compreendeu que a sua vida e do seu filho corriam perigo e voltou para o Egipto. De volta a Alexandria, o seu marido Ptolomeu XIV morre em circunstâncias misteriosas e ela elevou ao poder Cesário, então com 3 anos de idade.

O país mais rico do mundo estava em declínio económico e político. Mas Cleópatra utilizou de toda a sua habilidade administrativa para melhorar a situação explorando as estradas de comércio e a rota das caravanas.

Em Roma após as lutas sucessórias, dois generais assumiram o poder político do Império: Octávio e Marco António. O primeiro ficou em Roma junto ao Senado, enquanto que o segundo de temperamento mais romanesco do que seu parceiro de poder, ficou no Oriente. Foi Marco António quem solicitou um encontro com Cleópatra em Tarsus. Cleópatra aceitou o encontro, porém, de acordo com a sua própria conveniência.

A rainha sabia que não poderia manter a unidade de seu reino contra a invasão dos romanos e que seria necessária uma outra aliança para que não fosse atacada. Decidiu então conquistar Marco António, membro do Triunvirato que governava a República Romana. Contam que para conquistá-lo, preparou uma grande festa em sua honra, onde não faltaram presentes, belas mulheres e onde se utilizou de todos os seus encantos para seduzi-lo.


Marco António não pode resistir a Cleópatra e durante um ano viveram em festa permanente. A rainha ficou grávida de gémeos, mas o romano não pode vê-los nascer, pois no começo do ano 40 a.C., teve que retornar à Roma, pois Fúlvia, sua esposa, participava de uma conspiração contra Octávio. No final do ano a sua esposa morreu e firmou um acordo de paz com Octávio e em sinal de amizade, casou-se com a irmã deste, Otávia.
Cleópatra seguiu reinando o Egipto. Quatro anos depois Marco António regressou e tiveram o seu terceiro filho, Ptolomeu Filadelfo. Durante algum tempo, Marco António não obteve êxito nas suas conquistas, perdendo muitos soldados e terras, até que finalmente invadiu a Arménia e regressou triunfante à Alexandria.


Cleópatra foi coroada "Rainha dos reis" e todos seus filhos receberam títulos reais.
Marco António e Cleópatra eram fortes aliados e tinham grandes ambições. Recuperaram alguns territórios que a família da rainha havia controlado no passado. Porém Octávio sabendo da ambição de ambos, informou ao Senado romano que Marco António era um traidor. Também tinha considerado o divórcio de Marco António com sua irmã uma ofensa.

No final de 32 a.C., Octávio declarou guerra à Cleópatra e ao Egipto. Marco António actuou na guerra como aliado de Cleópatra contra Roma.

Em 31 a.C foram derrotados na famosa batalha de Áccio e em 30 a.C ambos cometeram suicídio.
Os dois filhos gémeos de Cleópatra perderam-se na história. Octávio matou Cesário, impedindo definitivamente qualquer hipótese de prosperidade política para o filho da rainha. Alexandria deixou de ser um lugar dedicado ao saber, passando a ser uma mera província subordinada aos representantes do poder romano.

Mas Cleópatra a última rainha do Egipto, nunca foi esquecida. Foi uma das mulheres mais conhecidas da história da humanidade e um dos governantes mais famosos do Antigo Egipto.

Fontes: Historianet; Wikipédia; Enciclopédia Larousse; HistóriaUniversal; outros


“Todos os homens morrem, mas nem todos vivem.” (William Wallace)

terça-feira, 25 de maio de 2010

Curiosidades - A maior Flor e a maior Inflorescência do Mundo


A MAIOR INFLORESCÊNCIA do Mundo
A maior inflorescência do Mundo é a Titan Arum (Amorphophallus titanum) que pode chegar a 6 metros de altura, com média de 1,35 metro de diâmetro. Trata-se de facto, não de uma flor, mas de uma inflorescência (Grupo de duas ou mais flores numa mesma haste ou pedúnculo).


Ela só floresce duas ou três vezes durante seus 40 anos de vida e cheira mal para atrair moscas e besouros, responsáveis pela polinização da flor. A estratégia usada para fazer o cheiro ficar ainda mais forte e atrair mais insetos é interessante: a planta aquece-se e a sua temperatura interna chega a 36 graus.


Para tanto, ela consome grande parte da energia que possui armazenada. Isso explica porque ela floresce tão poucas vezes e porque os cientistas precisam de máscaras para chegar perto da Titan Arum quando ela está aberta - com todo este calor, o fedor é insuportável. Há cerca de 70 espécimes de A. titanum em cultivo no mundo.


Descoberta pelo botânico italiano Odoardo Beccari, em 1879, a Titan Arum é originária das florestas tropicais de Sumatra, uma ilha da Indonésia, no Oceano Índico.
Na Alemanha no Jardim Botânico da Universidade de Bonn, floresceu uma Amorphophallus titanum que atingiu 2,74 metros de altura e cerca de 75 quilos, superou todos os outros florescimentos cultivados já realizados.






A MAIOR FLOR do Mundo
A maior flor do mundo é a Rafflesia Arnoldii popularmente conhecida como flor-monstro. O apelido é bem apropriado: nas florestas da ilha de Sumatra, na Indonésia, já foram encontrados exemplares de até 1 metro de diâmetro, pesando 11 quilos!


Esta gigantesca flor é um parasita que sobrevive retirando nutrientes das raízes de uma árvore chamada Tetrastigma. "A Rafflesia é totalmente ajustada para essa função: não faz fotossíntese, não tem folhas, caule ou raiz. 
O corpo da planta é composto apenas por uma rede de pequenos vasos conectados à planta hospedeira", diz o botânico Philip Griffiths, do Jardim Botânico Real de Kew, na Inglaterra. A flor enorme, que pode demorar até um ano para desabrochar, é essencial para a propagação dessa espécie. "As grandes pétalas possuem muito mais osmóforos, células produtoras de perfume para atrair as moscas que polinizam a flor.


Texto: Wikipedia
Fotos: Net

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Instruções para uma vida Melhor - de DALAI LAMA




Hoje deixo aqui alguns conselhos de Dalai Lama, que nos ajudam a repensar a nossa forma de ver a vida e assim aproveitarmos o melhor que ela nos dá.

Vamos tentar VIVER o melhor que soubermos e conseguirmos.

"Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe."
(Oscar Wilde)


1. Tem em conta que os grandes amores e enganos comportam um grande risco.

2. Se perderes, não percas a lição.

3. Aplica a regra dos “3 erres”:
  • Respeita-te a ti mesmo,
  • Respeita os demais, e
  • Responsabilíza-te pelas tuas acções.

4. Recorda que, às vezes, não conseguir o que queres é um maravilhoso golpe de sorte.
5. Sê bom para com a Mãe Terra.
6. Não permitas que uma pequena discussão afete uma grande relação.

7. Quando descobrires que cometeste um erro, toma imediatamente as medidas necessárias para corrigí-lo.

8. Passa algum tempo sozinho todos os dias.

9. Abre os teus braços à mudança, mas não abandones os teus valores.

10. Recorda que, às vezes, o silêncio é a melhor resposta.


11. Vive uma vida honrada. Depois, quando fores mais velho e olhares para trás, serás capaz de desfrutá-la de novo.

12. Um ambiente de amor no teu lar será a base para a tua vida.

13. Quando não estiveres de acordo com os teus seres queridos, preocupa-te únicamente com a situação atual. Não faças referências a anteriores disputas.

14. Compartilha os teus conhecimentos. É a forma de conseguires a imortalidade.

15. Aprende as regras para que saibas usá-las quando convenha.

16. Uma vez por ano, visita um lugar a que nunca tenhas ido antes.

17. Recorda que a melhor relação é aquela em que o amor mútuo é maior do que a necessidade mútua.

18. Julga o teu êxito em função do que ou a que renunciaste para o conseguir.

19. Ama e trabalha com absoluto empenho.

20. Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.


"Seja a mudança que você quer ver no mundo." (Dalai Lama)