segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

E já é Ano Novo, outra vez - FELIZ ANO NOVO


Quando chega, é sempre pleno de esperanças. Espera-se o Ano Novo para começar vida nova, para estabelecer novas metas de vida, propósitos renovados para tantas coisas...

É comum as pessoas elaborarem suas listas de bons propósitos para o novo ano.

Mesmo sabendo que o tempo somente existe em função dos movimentos estabelecidos pelo planeta em que nos encontramos, é interessante essa movimentação individual, toda vez que o novo período convencional de um ano reinicia.



Mas, falando de lista de bons propósitos, já se deu conta que, quase sempre, esquecemos o que listamos?

Alguns até esquecemos onde guardamos a tal lista, o que atesta da pouca disposição em perseguir os itens elencados.

Ano Novo deve ter um significado especial.




Embora o tempo seja sempre o mesmo, essa convenção se reveste de importância na medida em que, nos condicionando ao início de uma etapa diferente, renovada, sintamo-nos emulados a uma renovação.

Renovação de hábitos, de atitudes, como estar mais com a família, reorganizando as horas do trabalho profissional.

Importar-se mais com os filhos, lembrando-se de não somente indagar se já fizeram a lição, mas participar, olhando, lendo as observações feitas pelos professores nos cadernos, interessando-se pelos conteúdos disciplinares.

Sair mais com as crianças. não somente para passeios como a praia, a viagem de férias.




Mas, no dia a dia, um momento para um lanche e uma conversa, uma saída para deliciar-se com um sorvete.

Outros, para só ficar olhando a carinha lambuzada de chocolate, literalmente afundando-se na taça de sorvete.

Outros, mais longos, para acompanhar o passo vacilante de quem está aprendendo a andar.

Uma tarde para um papo com os que já estão preparando a mochila para se retirar do cenário desta vida, quem sabe, nos próximos meses?


Isto é viver Ano Novo. Sair com amigos, abraçar amigos, sorrir pelo simples prazer de sorrir.




Trocar e-mails afetuosos, não somente os corriqueiros que envolvam decisões e finanças. Usar o telefone para dar um olá, desejar boa viagem, feliz aniversário!




Bom, você também pode fazer propósitos de comer menos doces ou diminuir os carboidratos da sua dieta, visando melhor condição de vida ou simplesmente adequar seu peso.

Também pode pensar em mudar o visual. Quem sabe modificar o corte de cabelo, tentar pentear para outro lado, fazer uma visita ao dentista.

E é claro, um bom check-up. Porque cuidar da saúde é essencial.

Bom mesmo é não esquecer de formular propósitos para sua alma.








Assim, acrescente na lista: estudar mais, ler mais, entender mais o outro, devotar-se a um trabalho voluntário, servir a alguém com alegria e bom ânimo.

Com certeza, cada um terá outros muitos itens a serem acrescentados à lista.

Até mesmo coisas simples como alterar os roteiros de idas e vindas do trabalho-lar-escola.

Ou coisas mais complicadas, como se dispor a pensar um pouco no outro e não exclusivamente em si, no relacionamento a dois.




Imprescindível, no entanto, é que você coloque a lista à vista, para olhar muitas vezes, durante todo o novo ano.

Importante que se lembre de lê-la, para ir acompanhando o que já conseguiu e onde ou em que ainda precisa investir mais, insistindo, até a vitória.

Seja este Ano Novo o ano de concretas realizações na sua vida!

Texto: Momentos de Reflexao




Que nas asas da esperança consigamos voar livremente pelo mar da vida, aproveitando intensamente a brisa favorável dos momentos felizes, para nos fortalecermos de maneira a conseguirmos superar as tempestades que possam surgir no próximo ano.


Vamos brindar com um sorriso 2014 que está a chegar.



AQUI da minha janela virtual, envio para TODOS um abraço bem apertadinho e um beijinho cheio de carinho e amizade.

BOM ANO NOVO!

Maria e familia




domingo, 29 de dezembro de 2013

Tive de Aceitar




Eu tive que aceitar, que meu corpo nunca fora imortal, que ele envelhecerá e um dia se acabará.

Eu tive que aceitar, que eu viera ao mundo, para fazer algo por ele, para tentar dar-lhe o melhor de mim, deixar rastros positivos de minha passagem e, em dado momento partir...




Eu tive que aceitar que meus pais não durariam para sempre, e que meus filhos pouco a pouco escolheriam seus caminhos prosseguiriam  sua caminhada sem mim. Eu tive que aceitar que eles não eram meus como supunha e que a liberdade de ir e vir é um direito deles também.

Eu tive que aceitar que todos os meus bens foram me confiados por empréstimo, que não me pertenciam e que eram tão fugazes quanto fugaz era a minha própria existência na TERRA. Eu tive que aceitar que os bens ficariam para uso de outras pessoas quando eu já não estiver por aqui.




Eu tive que aceitar que varrer minha calçada todos os dias não me dava nenhuma garantia de que ela era propriedade minha e que varrê-la com tanta constância era apenas um fútil alimento de que eu dava à minha ilusão de posse.

Eu tive que aceitar que o que eu chamava de “minha casa” era só um teto temporário, que dia a mais dia menos,  seria o abrigo terreno de outra família.


Eu tive que aceitar que o meu apego às coisas  só apressaria ainda mais a  minha despedida e a minha partida.

Eu tive que aceitar que meus animais de estimação, a árvore que eu plantei, minhas flores e minhas aves eram mortais. eles não me pertenciam!

Foi difícil, mas eu tive que  aceitar.





Eu tive que aceitar as minhas fragilidades os meus limites, a minha condição de ser mortal, de ser atingível, de ser perecível.

Eu tive que aceitar que a VIDA sempre continuaria com ou sem mim, e que o mundo em pouco tempo me esqueceria.

Eu me rendi e aceitei que eu tinha que aceitar.

Aceitei para deixar de sofrer, para lançar fora o meu orgulho, a minha prepotência e para voltar à simplicidade da Natureza, que trata a todos da mesma maneira, sem favoritismo.

Humildemente eu te confesso que foi preciso eu fazer cessar umas guerras dentro de mim.

Eu tive que me desarmar e abrir meus braços para receber e aceitar a minha tão sonhada Paz!


Texto - Silvia Schmidt



Eu, já aceitei tantas destas atitudes perante a vida, mas ainda estou lutando contra as minhas guerras interiores. Ainda estou tentando corrigir e eliminar as minhas arestas negativas, e muitas vezes, ainda me sinto perdida na longa caminhada da vida. Ainda luto contra o desânimo, que em certas alturas parece me querer sufocar, mas não desisto de seguir sempre em frente,  procurando também eu alcançar a minha paz interior! Quem sabe um dia eu a encontre!



quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

A carta de Deus


Tu és um ser humano, és o Meu milagre.
E és forte, capaz, inteligente, e cheio de dons e talentos.
Conta teus dons e talentos. Entusiasma-te com eles.

Reconhece-te.
Aceita-te.
Anima-te.

E pensa que desde este momento podes mudar tua vida para o bem, se assim te propões e se te enches de entusiasmo.

Tu és minha criação maior. És meu milagre.
Não temas começar uma nova vida.
Não te lamentes nunca.
Não te queixes.
Não te atormentes.
Não te deprimas.
Como podes temer se és meu milagre?


Estás dotado de poderes desconhecidos para outras criaturas do Universo.

És ÚNICO.

Ninguém é igual a ti.
Só em ti está aceitar o caminho da felicidade e enfrentá-lo seguindo sempre adiante.
Até o fim.
Simplesmente porque és livre.

Em ti está o poder de não amarrar-te às coisas.
As coisas não fazem a felicidade.


Te fiz perfeito para que aproveitasses tua capacidade, e não para que te destruísses com teus enganos do mundo.

Te dei o poder de PENSAR.
Te dei o poder de AMAR.
Te dei o poder de IMAGINAR.
Te dei o poder de CRIAR.
Te dei o poder de PLANEAR.
Te dei o poder de REZAR.

E te situei o poder dos anjos quando te dei o poder da escolha.
Te dei o domínio de escolher o teu próprio destino usando tua vontade.

O que tens feito destas tremendas forças que te dei ?

Não importa ! De hoje em diante esqueça o teu passado, usando sabiamente este poder de escolha.



Opta por SORRIR em lugar de chorar.
Opta por CRIAR em lugar de destruir.
Opta por DOAR em lugar de roubar.
Opta por ATUAR em lugar de adiar.
Opta por CRESCER em lugar de consumir-te.
Opta por BENDIZER em lugar de blasfemar.
Opta por VIVER em lugar de morrer.

E aprende a sentir a Minha presença em cada ato de sua vida.
Cresça a cada dia um pouco mais no otimismo e na esperança!
Deixa para trás os medos e os sentimentos de derrota.
Eu estou ao teu lado. Sempre.

Chama-me.
Busca-me.
Lembra-te de mim.


Vivo em ti desde sempre e sempre te estou esperando para amar-te.
Se hás de vir até Mim algum dia.. que seja hoje, neste momento!
Cada instante que vivas sem Mim, é um instante infinito que perdes de Paz.

Procura tornar-te criança… simples, generoso doador, com capacidade de extasiar-te e capacidade para comover-te ante à maravilha de sentir-te humano.

Porque podes conhecer Meu amor, podes sentir uma lágrima, podes compreender uma dor.

Não te esqueças de que és Meu milagre.

Que te quero feliz, com misericórdia, com piedade, para que este mundo em que transitas possa acostumar-se a sorrir, sempre que tu aprendas a sorrir.

E se és Meu milagre, então usa os teus dons e muda o teu meio ambiente, contagiando esperança e otimismo sem temor porque…

EU ESTOU AO TEU LADO !

DEUS.

Autor: Desconhecido



"Fé é o pássaro que sente a luz e canta quando a madrugada é ainda escura." (Rabindranath Tagore)

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Presentes da amiga Evanir

Miminhos de NATAL oferecidos pela amiga Evanir do blog "A Viagem".





Minha Amiga, muito obrigado pela sua gentileza e amizade, desejo-lhe também a si e a todos os seus familiares, um Natal cheio de Alegria, Paz, saúde e Amor.



"A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida." (autor desconhecido)

Obrigado AMIGOS


HOJE venho especialmente para agradecer as mensagens de parabéns que me foram dadas e deixar aqui registados os Lindíssimos miminhos de aniversário oferecidos.

Do amigo Leandro Ruiz do Blog "Me and the Time".



 Do Amigo Manuel Marques do blog " Constancia Vila Poema "





Do Amigo Manuel Lourenço do blog " Louro - Fotos "




Da amiga São do Blog "São"




Da amiga Marites Rossane do Blog " Uma pausa para meditar"




Da amiga Estela  do Blog " As bonecas da Mari "




Do amigo Daniel Costa do Blog "Daniel Milagre"




Da  minha querida FILHOTA





Não consegui ver todas as mensagens do facebook, pois ficaram agrupadas e eu não sei abrir para ver quem lá está,  pelo que peço desculpa se mais algum miminho foi deixado e não está aqui.

Muito obrigado a TODOS pelas mensagens, pelos miminhos e acima de tudo pelo carinho e amizade, que tornaram menos cinzento o meu dia de aniversário.

Aproveito para desejar de um NATAL muito FELIZ. Que a magia e Luz do Natal prevaleça no coração dos homens ao longo de todos os dias do ano.





DESEJO .... a TODOS



O NATAL é Amor, é cor e Tradição. É tempo para repartir, para repensar, para tentar melhorar o que está menos bem. É tempo de reflexão, de carinho e fraternidade e assim, começo por pedir desculpa,  ao todos os amigos pela minha ausência dos seus cantinhos, mas a minha mãe encontra-se internada, com problemas muito graves de saúde, pelo que o tempo disponivel tem sido pouco e a disposição também muito reduzida.

Mas HOJE, venho aqui e abro as janelas da minha casa virtual, especialmente para nas asas da amizade, chegar ao coração de Todos os AMIGOS que por aqui passem, e a Todos eu  … Desejo ....





Desejo primeiro que você ame,
e que amando, também seja amado,
e que se não for, seja breve em esquecer,
e que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
que mesmo maus e inconsequentes,
sejam corajosos e fiéis,
e que pelo menos num deles
você possa confiar sem duvidar.



E porque a vida é assim,
desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
mas na medida exata para que, algumas vezes,
você se interpele a respeito
de suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
para que você não se sinta demasiado seguro.


Desejo depois que você seja útil,
mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
quando não restar mais nada,
essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.








Desejo ainda que você seja tolerante,
não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
mas com os que erram muito e irremediavelmente,
e que fazendo bom uso dessa tolerância,
você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
não amadureça depressa demais,
e que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
e que sendo velho, não se dedique ao desespero.
porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
é preciso deixar que eles escorram por entre nós.






Desejo por sinal que você seja triste,
não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
que o riso diário é bom,
o riso habitual é insosso e o riso constante é insano.




Desejo que você descubra,
com o máximo de urgência,
acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
erguer triunfante o seu canto matinal
porque, assim, você se sentirá bem por nada.





Desejo também que você plante uma semente,
por mais minúscula que seja,
e acompanhe o seu crescimento,
para que você saiba de quantas
muitas vidas é feita uma árvore.



Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
coloque um pouco dele
na sua frente e diga "Isso é meu",
só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
por ele e por você,
mas que se morrer, você possa chorar
sem se lamentar e sofrer sem se culpar.




Desejo por fim que você sendo homem,
tenha uma boa mulher,
e que sendo mulher,
tenha um bom homem
e que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
e quando estiverem exaustos e sorridentes,
ainda haja amor para recomeçar.

E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar".


Texto: Escritor gaúcho Sergio Jockymann, publicada em 1980 no Jornal Folha da Tarde, de Porto Alegre




Para TODOS um Feliz Natal, Merry Christmas, Feliz Navidad, Vrolijk Kerstfeest, Joyeux Noel, Hyvaa joulua, Buon Natale, Froehliche Weihnachten, С Рождеством, Gladelig Jul, Nadolig Llawen, Nollaig Shona ....

Que a Paz, harmonia, saúde e amor estejam hoje e sempre presentes nos vossos lares.




quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Natal - Poema de Fernando Pessoa




Natal... Na província neva.
Nos lares aconchegados,
Um sentimento conserva
Os sentimentos passados.

Coração oposto ao mundo,
Como a família é verdade !
Meu pensamento é profundo,
Estou só e sonho saudade.

E como é branca de graça
A paisagem que não sei,
Vista de trás da vidraça
Do lar que nunca terei !


Fernando Pessoa

MENSAGEM ESPECIAL PARA TODOS VOCÊS ....


Peço desculpa da minha ausência nas visitas aos vossos blogs, mas a minha mãe encontra-se internada com problemas graves de saúde, pelo que o tempo disponivel tem sido pouco e a disposição também muito reduzida. Os meus posts já foram feitos à algum tempo atrás, estão agendados e vão saindo, apenas tenho moderado comentários e por vezes nem isso consigo fazer diáriamente. São dias dificeis ...Logo que seja possível irei visitá-los, desde já desejo a TODOS  um Feliz Natal.