terça-feira, 26 de abril de 2016

Memória




Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.


Carlos Drummond de Andrade 



13 comentários:

  1. Um belo poema desse grande poeta brasileiro.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  2. Carlos Drummond de Andrade um sábio que nos deixou lindas prosas poéticas em suas poesias.
    Bjs Maria Rodrigues.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. LINDO!! identifiquei-me no poema!

    Beijinhos e um dia feliz

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderEliminar
  4. Linda escolha querida Maria!
    Carlos Drummond de Andrade, sempre foi muito especial.
    Grande beijo em seu coração e grata pela sua doce visita.

    ResponderEliminar
  5. Linda poesia de Carlos Drummond de Andrade, com certezas as coisas findas ficarão, Maria bjs.

    ResponderEliminar
  6. É isso mesmo. Devemos guardar das coisas finitas, do que foi tangível,
    esse traço positivo que habita a nossa memória.
    Gosto muito do C. D. de Andrade.
    xx

    ResponderEliminar
  7. Oi Maria!
    Outro grande poeta, Drummond de Andrade. Parabéns por mais essa bela escolha!
    Bjssssssss amiga

    ResponderEliminar
  8. Querida amiga
    Sou fã incondicional de Drummond de Andrade.
    Este poema é uma delícia!
    Óptima escolha.

    Desejo uma semana muito feliz.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  9. Uma poesia muito belo ,beijinhos querida amiga.

    ResponderEliminar
  10. Um poeta cuja poesia facilmente brotava da alma! Bj

    ResponderEliminar
  11. Carlos Drummond deixou lindos poemas e tenho orgulho de ser brasileira.

    Bjs

    Tânia Camargo

    ResponderEliminar
  12. O que dizer?... Uma soberba escolha... e maravilhoso descobrir mais um pouco, por aqui, deste grande autor brasileiro!
    Adorei o poema!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.