quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Campo - Poema de Cecília Meireles





Campo da minha saudade:
vai crescendo, vai subindo,
de tanto jazer sem nada.

Desvelo mudo e contínuo
que vai revestindo os montes
e estendendo outros caminhos.

Mergulhada em suas frondes,
a tristeza é uma esperança
bebendo a vazia sombra.

Águas que vão caminhando
dispersam nos mares fundos
mel de beijo e sal de pranto.

Levam tudo, levam tudo
agasalhado em seus braços.

Campo imenso com meu vulto...
E ao longe cantam os pássaros.


Cecília Meireles


22 comentários:

  1. O poema da minha saudade que tanta saudade tenho...

    ResponderEliminar
  2. Bom dia querida amiga,muito obrigado pela sua partilha cheia de encanto, muitos beijinhos felicidades

    ResponderEliminar
  3. Olá Maria
    Lindo poema e a imagem também, desejo um belo dia. Bjs

    ResponderEliminar
  4. Perfeita sintonia do texto com a imagem
    Cecília sempre nos encanta com seus magníficos versos
    Um dia feliz Maria
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Poema maravilhoso, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  6. Bonito poema, Maria... Bem escolhido...
    Abração e bom fim de semana...

    ResponderEliminar
  7. Um poema encantador de Cecília Meireles.
    Lindo!
    Bjs Maria Rodrigues e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. Olá Maria!
    Os poemas de Cecília sempre me tocam a alma. Sentidos, líricos, melancólicos, são como fins de tardes de outono quando o sol ainda está lá, mas sabemos que logo estará escuro. Mas a palavra esperança, que bebe da sombra, é um alento, ainda assim...
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  9. Olá Maria Rodrigues, obrigada pela visita e pelo carinho deixado no blog e também eu irei divagar por aqui :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde, a publicação com a linda imagem em sintonia com o belo poema de Cecília Meireles, é simplesmente perfeito.
    AG

    ResponderEliminar
  11. Belíssimo poema da Cecília Meireles, um poema que fala aos nossos corações, imagem linda perfeita, Maria bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  12. Aprecio sempre temas bucólicos.
    Muito belo.
    Beijo.
    ~~

    ResponderEliminar
  13. Oi Maria, bn!
    Cecília Meireles dispensa comentários né?
    Parabéns por mais esse poema maravilhoso!
    Bjssss amiga querida

    ResponderEliminar
  14. No campo da sua saudade,
    segue em frente pela verdura
    caminhando com a felicidade
    vai formosa e bem segura!

    Tenha uma boa noite amiga Maria, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  15. Cecília tem um encanto muito especial. Belíssimo poema. Saudade é mais do que tudo que temos falado sobre ela. Somente a Poesia consegue descrever esse imanso campo, mas nem ela o explica. Seguindo-te. Um abraço

    ResponderEliminar
  16. Nossa1
    Adorei a imagem bem escolhida para a linda poesia
    Fantástico!!
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  17. Fico sempre emocionada com os poemas de Cecília Meireles.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  18. Minha querida amiga Maria.
    Um belíssimo poema da Cecília Meireles
    gosto muito de postar textos e poemas .
    Amada te desejo um abençoado Domingo.
    Um abraço e muitas saudades.
    Evanir..

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.