domingo, 19 de fevereiro de 2017

Dois Lirios - Poema de Alphonsus de Guimaraens




Seremos como dois lírios enfermos
Que morrem numa jarra abandonada.
O acaso nos mostrou a mesma estrada
E sonhamos ao luar dos mesmos ermos.

Abençoou-nos o mesmo azul sem termos,
Ao descambar da véspera sagrada.
E hei de ter, e terás, ó bem-amada,
Tranquilidade e paz para morrermos.

Ah! tu bem sabes que não tarda o outono...
Perder-nos-emos pela escura brenha,
Para ínvios sertões do eterno sono.

E que nos baste, amor, termos vivido
Em meio destes corações de penha
Sem o lamento inútil de um gemido!

Alphonsus de Guimaraens

9 comentários:

  1. A poesia de Alphonsus, talvez em parte reflexo do que a vida e a época lhe deram, é sempre assim, esse misto quase indecifrável de beleza (beleza, certamente) e crueza mortal. Confesso que às vezes o admiro - nunca como a Cruz e Souza - e às vezes me lamento de tamanha morbidez. Nesse poema, prevalece a admiração porque a beleza é muita. Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Belo poema, um pouco triste!
    Desejo belo domingo, Maria!
    Beijá-lo, abraçá-lo e obrigado pela visita!

    ResponderEliminar
  3. Morrer em beleza não existe, temos que seguir o caminho imposto .
    Mas a jarra com lírios é linda .
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Excelente escolha a sua. Parabéns. Adorei

    Beijo. Bom Domingo

    ResponderEliminar
  5. Que a vida seja sempre abençoada com a simplicidade do amor, querida amiga desejo-lhe um abençoado domingo, muitos beijinhos no coração

    ResponderEliminar
  6. Um enlevo ler versos tão belos a marcar o amor no compasso dos belos versos
    Beijos e um ótimo domingo

    ResponderEliminar
  7. Quem ama sempre volta nem imagina minha alegria de estar aqui nesse Domingo.
    Tudo esta sendo difícil para retornar aos poucos,
    com anos de blog esse afastamento me abalou por demais.
    Na vida nada é segunda a nossa vontade
    mas sim de Deus.
    Espero de todo coração que meu afastamento não tenha
    deixado vc triste comigo.
    A luta pode ser grande mas nunca será maior do que minha Fé.
    Deus abençoe sua semana.
    Uma semana de infinita paz.
    Bjs.Meu eterno carinho.

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.