segunda-feira, 24 de julho de 2017

Alegria de Viver - Poema de Helena Kolody





Amo a vida.
Fascina-me o mistério de existir.

Quero viver a magia
de cada instante,
embriagar-me de alegria.

Que importa a nuvem no horizonte,
chuva de amanhã?
Hoje o sol inunda o meu dia.


Helena Kolody




Miminho oferecido pela amiga Diná

Selinho oferecido pela amiga Diná que possuí vários blogues lindos, entre eles o Blog: "Alegria de Viver"





Querida amiga muito obrigado pela sua gentileza.

Beijinhos

Maria



domingo, 23 de julho de 2017

MACAU - Parque Seac Pai Van - COLOANE




O Parque de Seac Pai Van é a maior área verde natural em Macau e localiza-se a oeste da ilha de Coloane. 






Este belíssimo parque florestal de cerca de 200.000 m2, é rico em recursos vegetais, nele se encontra um Jardim de Plantas Medicinais, um jardim de Plantas Exóticas, um lago, um pequeno jardim Zoológico, áreas para piquenique, parques infantis e um Museu Natural e Agrário.










Uma das principais atrações são os Pandas Gigantes.




O Pavilhão do Panda Gigante de Macau foi inaugurado em 2011 e ocupa uma área de cerca de 3000m2. Os visitantes podem observá-los através de painéis de vidro temperado. Fomos na hora dos dois pandas gémeos bebés irem comer, adoramos!




O pavilhão é formado por dois espaços interiores de 330m2 destinados às actividades dos pandas, um pátio ao ar livre com 600m2 e uma área de exposição com 900m2. Os dois pandas gémeos apenas estão expostos aos visitantes durante pouco tempo, são os primeiros Pandas Gigantes a nascer em Macau.








Jian Jian e Kang Kang, sempre acompanhados de tratadores, trepam para os troncos, andam pela vegetação e brincam. 








Outra atração são os Pandas Vermelhos





O Parque Seac Pai Van é um local incrível.




Fotos: Pessoais
Texto Explicativo: Wikipedia; http://pt.macaotourism.gov.mo/; https://m.cityguide.gov.mo

Onde o Homem não chega - Poema de Fernanda de Castro





Onde o Homem não chega tudo é puro,
dessa pureza da primeira infância.
Tudo é medida, ritmo, concordância,
tudo é claro e auroral: a noite, o escuro.

E nem o vendaval é dissonância
mas promessa de sol e de futuro.
Quem levantou esse primeiro Muro
que do perto fez longe, ergueu distância?

Foi o Homem, com suas mãos de barro,
com suas mãos perjuras, fel e sarro
de inútil sofrimento e vil prazer.

Não é tarde, porém: sacode a lama,
ergue o facho, levanta a Deus a chama
e recomeça: acabas de nascer.


Fernanda de Castro, in "Ronda das Horas Lentas"




sábado, 22 de julho de 2017

Almoço em Torres Novas




No domingo passado depois de visitarmos o Santuário de Fátima fomos almoçar a Torres Novas.








As janelas que observei ...









Almoçamos no restaurante "Seven" na Praça 5 de Outubro.




É um restaurante que já conhecemos e gostamos sempre de voltar pois a comida é divinal.






A vista da janela do restaurante...








Depois do almoço estava na hora de regressar a casa.





Foi um dia muito agradável!