terça-feira, 30 de outubro de 2012

Anjos da Primavera




Chegam de improviso, trazidos pelo vento
Em brilho estranho, em mansidão inquieta,
Grandes borboletas silenciosas,
Asas de ouro abertas e paradas.

Na tranquila lagoa, palpitantes,
Rasto de espuma levíssima,
Prateada...

Sem corpos, numa leveza sem formas,
Feitos de vapores e de raios,
Perdidos seus risos no canto dos pássaros.

Na manhã úmida e quente,
São força germinadora,
Estão na cor marrom da terra fresca,
Coberta no tenro véu de ervas e violetas.

Em sons, nas nuvens ou nos pessegueiros em flor,
É o inefável sorriso,
De um rosto dulcíssimo que nunca veremos...


Neyde Bonfiglioli Trussardi



54 comentários:

  1. Maria, minha amiga
    Que poema maravilhoso!
    Não conhecia o poema nem a autora; preciso me informar, despertou a minha curiosidade.

    Gosto imenso de borboletas, acho-as lindíssimas.
    E há tantas variedades, cada qual a mais bonita!

    Uma semana muito feliz.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que beleza sentir no outono esvoaçares primaverís!
    Foi um verdadeiro beijo de borboleta nestes dias tão agrestes!
    Beijinhos Maria!

    ResponderEliminar
  3. Bonito e alegre, Maria!
    Borboletas, flores e doçura!...

    Beijinhos,amada...

    ResponderEliminar
  4. Anjinhos que vieram nossos olhos deslumbrar, com sua beleza nos encantar e trazer alegria por onde passar. Nessas lindas palavras que retratam tão bem essa dádiva divina primaveril. Já o segundo blog que passei retratando os anjos....lindo querida. bjos.

    ResponderEliminar
  5. Adoro borboletas, são lindíssimas. Este ano o outono também me tem presenteado com algumas, fiquei até surpreendida pois não é costume!
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Adoro borboletas, são lindíssimas. Este ano o outono também me tem presenteado com algumas, fiquei até surpreendida pois não é costume!
    Bjs

    ResponderEliminar

  7. Boa noite, Maria

    Este poema inspira-nos pela sua doçura. Obrigada por estes momentos etéreos.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  8. adorei vir aqui depois de tanto tempo... e ler esse poema que vem falar de anjos da primavera.. adorei ler.linda escolha.. beijão

    ResponderEliminar
  9. Bom Dia querida vim te desejar uma boa quarta-feira e dizer que tem um selinho para ti no meu Doce Cantinho. Mil bjus.

    ResponderEliminar
  10. Querida amiga, anjos são lindos em qualquer estação do ano, mas na primavera tudo se torna mais lindo ainda. Beijocas

    ResponderEliminar
  11. SONHEI...

    SONHO LIBERDADE

    como o voo das borboletas
    adoro as suas cores vivas.

    Belíssimo poema MARIA.
    Obrigada pela partilha.

    Vou usando a minha
    liberdade de expressão,
    bem como
    toda a minha sensibilidade
    fazendo fotos,
    as quais, depois
    me dão grandes alegrias...

    Num outro post eu coloquei as outras fotos vencedoras
    só AGORA
    fiz um post com a minha foto vencedora.

    Convido-te a ver os meus
    "MOMENTOS PERFEITOS"
    porque vais encontrar uma surpresa,
    além do que já te disse.

    Beijinhos e óptimo FERIADO
    (o último 1 de Novembro a ser gozado)

    ResponderEliminar
  12. SONHEI...

    SONHO LIBERDADE

    como o voo das borboletas
    adoro as suas cores vivas.

    Belíssimo poema MARIA.
    Obrigada pela partilha.

    Vou usando a minha
    liberdade de expressão,
    bem como
    toda a minha sensibilidade
    fazendo fotos,
    as quais, depois
    me dão grandes alegrias...

    Num outro post eu coloquei as outras fotos vencedoras
    só AGORA
    fiz um post com a minha foto vencedora.

    Convido-te a ver os meus
    "MOMENTOS PERFEITOS"
    porque vais encontrar uma surpresa,
    além do que já te disse.

    Beijinhos e óptimo FERIADO
    (o último 1 de Novembro a ser gozado)

    ResponderEliminar
  13. Oi Maria...
    "Os anjos da Primavera me sondam... mas já não os sinto tanto. O canto dos pássaros, as flores cada dia mais estão mais distantes d mim.
    Fico triste porque já não vejo mais borboletas no jardim e até tá ficando difícil ver um jardim por aqui. Isso me deixa deprimida minha estação preferida é o Outono"...
    Sonho sair daqui e morar em uma casa onde possa ter um quintal "plantar , enfim curtir a Natureza mais perto de mim. Eu necessito de mato "terra, plantas e acreditas q não há mais espaço onde moro .

    O Rio de Janeiro é só pra turista ...
    Acabei desabafando contigo, desculpe-me.
    Boa noite! Paz! muita Paz pra ti.

    ResponderEliminar
  14. Muito lindo o que escreveu. Nós estavamos com dois passarinhos dormindo aqui em casa num pedaço de uma rede. mas agora eles sumiram. Ficamos pesarosos. com carinho monica

    ResponderEliminar
  15. Very interesting blog! Have a nice week.

    ResponderEliminar
  16. São mudas as neblinas nesta ilha
    É de pobreza o pão que alimenta o meu sentir
    Oiço o mar com os meus próprios dedos
    Parti do desencontro dos meus derradeiros medos

    Parti e deixei no cais mil dúvidas
    Lembrei tempos que corri feliz pelas amoras
    Nesses dias bebi sofregamente a vida
    Nesses dias a minha alegria era incontida

    Um radioso fim de semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar
  17. Faz tempo que nesta tua casinha não vinha, sempre vou viajar com você lá na tua casinha de sonhos, mas hoje aqui saciei minha alma diante de tão belo poema, excelente escolha, beijos Luconi

    ResponderEliminar
  18. Muito lindo,Maria!!Uma semana linda!!beijos,chica

    ResponderEliminar
  19. Estou com muitas saudades
    como estou resolvendo no momento
    problemas pendentes que preciso realmente
    decidir.
    Com muitas saudades venho deixar meu carinho
    e agradecer sempre pela sua linda amizade.
    Quantas vezes ao me sentir sozinha entro
    no meu blog vejo um recado carinhoso
    minhas forças se renova a cada dia.
    Uma abençoada semana beijos na sua alma
    pra sempre sua amiga,Evanir..

    ResponderEliminar
  20. O prêmio Dardos 2012 é seu, está no artes e escritas te esperando. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  21. Inegável sedução ancoradas nas asas de borboletas da cor da terra, da cor da vida, da cor que queremos ou precisamos.Lindo com jeito de querer mais. Beijo do leitor que te segue:-BYJOTAN.

    ResponderEliminar
  22. Que maravilha minha amiga, quanta beleza, sensibilidade e ternura que todo o poema contem...
    Um beijo grande minha querida

    ResponderEliminar
  23. Provavelmente os anjos da primavera vem acompanhados de pólen, de vida, de luz, de alegria!

    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Nestes dias tristonhos de outono...cinzentos...chuvosos e frios também...vi uns raiozinhos de sol, belos, mas de duração curta; curta como é também a duração das borboletas; duram pouco, mas pouco demoram para voltarem com outra beleza talvez ainda maior. São umas criaturinhas admiráveis na sua forma tão delicada e diferente; nesse vaivém de transformações que sofrem, elas ensinam-nos que a seguir a um dia vem outor,...se hoje chove, amanhã, quem sabe o sol não aparece? Podemos sempre ver um anjo de primavera num céu escuro de Outono. Muito lindo este poema, Maria. Obrigada pela partilha. Um beijinho e fica bem.
    Emília

    ResponderEliminar
  25. Que nossos anjos estejam nos acompanhando diariamente Maria
    e coincidentemente estamos na Primavera,portanto quero-os por perto ... rs
    Linda poesia .
    meu abraço

    ResponderEliminar
  26. Querida amiga

    Há poemas
    que tem perfume
    de vida...

    Que haja sempre
    sonhos por sonhar.

    ResponderEliminar
  27. Una bella poesia, complimenti!! buona giornata e felice week end....ciao

    ResponderEliminar
  28. bom dia Maria..passando para agradecer sua visita
    que seu dia seja repleto de amor e paz..beijo

    ResponderEliminar
  29. Oi Maria

    Borboletas, sorrido de Deus.

    Que lindo poema!

    Beijos e ótimo final de semana

    ResponderEliminar
  30. Maria
    Os poemas nos deixam com a alma leve. Obrigada pelo carinho no meu aniversario.
    com amizade Monica

    ResponderEliminar
  31. Poema suave como o voo das borboletas.Lindo!


    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  32. Quanta beleza que esse poema transmite, uma leveza e uma suavidade maravilhosa.
    A primavera tem o perfume de Deus nos tocando.
    Beijos e ótima semana!

    ResponderEliminar
  33. Cinco letras…
    Cinco pontas de cadente perdida na aurora
    Na loucura de alguns instantes escrevo
    Descalço vou adiante num ir longe, embora

    Solto das mãos murmúrios sussurrantes
    Do basalto explode um bando de pombos bravos, alguns negros
    Há um livro branco apenas com a palavra ausência
    Há uma carta de marear para um rumo de mil segredos

    Flores de solidão crescem em pedaços de fria lava
    Um espantalho saltou-me do bolso a remexer
    Uma sombra desceu a janela e tocou-me
    Cerrei olhos para sentir o que não queria ver

    Boa semana

    ResponderEliminar
  34. Não conhecia este poema tão bonito.
    Muito obrigada.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  35. Maria minha Amiga Querida.
    Hoje venho saber como esta você
    a algum tempo não tenho visto você no meu blog esta tudo bem contigo?
    Beijos no seu doce coração,Evanir.

    ResponderEliminar
  36. Tenha um sabado santo minha amiga
    com amizade sua amiga monica

    ResponderEliminar
  37. Às vezes, em pleno Outono, bem precisamos duns acordes de Primavera. A confiança no futuro é sempre de cultivar.

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  38. Boa tarde Maria, que lindo poema de António Aleixo. Tenho o livro com a sua obra e já há bastante tempo que não o releio. Deixou-me aqui "o mote" para voltar a saborear a poesia deste tão nosso querido poeta popular e grande filósofo.
    Agradeço a sua atenção e desejo que tenha uma semana bem tranquila.
    Um beijinho com o meu carinho e amizade. Ailime

    ResponderEliminar
  39. Vim agradecer seu lindo comentario ao meu blog! Assim que tiverres post novo, avise. Beijos!

    ResponderEliminar
  40. A verdadeira amizade jamais é esquecida
    por mais distante que eu esteja meu pensamento estará sempre contigo.
    Linda é nossa amizade estou passando por uma chuva
    não chamaria de tempestade , pois tudo Jesus resolve.
    Sem sua amizade e dedicação não teria sido possível continuar
    meu coração faz uma festa quando vejo seu carinho no meu blog.
    Nessa segunda feira estou passando para desejar uma semana abençoada por Deus.
    E aproveitar para deixar meu carinho e mil beijos meus.
    Carinhosamente ,Evanir.

    ResponderEliminar
  41. Nem sei se foi a neve, se foi o vento. Não sei se foram as borboletas ou o cheiro da fogueira que anima a todos e nos faz renascer no amor em cada Natal.
    O poema é muito belo.

    ResponderEliminar
  42. Boa tarde de feriado por aqui
    Vim visitar vc e deixar meus
    elogios pelos belos post, adorei ler
    Abraços com carinho
    Rita

    http://cantinhovirtualdarita.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  43. Que tenha uma terça feira abençoada por Deus.
    com amizade Monica

    ResponderEliminar
  44. OI MARIA!
    UMA BELA ESCOLHA, UM POEMA QUE FALA DE BORBOLETAS MAS, QUE NOS LEVAM AOS ANJOS TAMBÉM.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  45. Olá Maria!
    Gostei do poema. Uma novidade para mim. Agradeço a partilha. Tenho tido dificuldade em "caminhar" nesta nova apresentação dos blogs. Não entendo como se abre,como é isso dos círculos... enfim,sei pouco destas coisas de informática e quando muda algo tudo me faz confusão. Um abraço amigo.
    M. Emília

    ResponderEliminar
  46. Esses anjos que inunda a pradaria de mil cores e perfumes...

    Fecho os olhos y sinto,
    Aromas a Primavera.
    Cantam os pássaros...
    Há algo mais formoso?
    Claves da felicidade
    Em momento de doçura!
    Algumas nuvens flutuam
    Num céu azul brilhante.
    Nos escassos dias de chuva,
    Esse azul esmorecerá,
    Pintar-se-á de cinzento:
    Parecer-me-á algo maravilhoso!

    Abraços de amizade

    ResponderEliminar
  47. Estive ausente da net por quase um mês. Hoje retorno aqui e aprecio um lindo poema.
    A primavera é um encanto, flores e borboletas dão o toque perfeito ao cenário poético.

    Um beijo, Maria,
    da Lúcia

    ResponderEliminar
  48. Minha Amiga.
    Eu entendi seu email ,mais da saudades
    e vir aqui no seu blog me deixa feliz ,pois sei que é minha amiga de verdade.
    Um feliz final de semana beijos no coração,Evanir.

    ResponderEliminar
  49. Maria, boa noite!
    Um poema tão leve e lindo como as borboletas.
    Não conhecia a autora nem o poema.

    Grata pela partilha.

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  50. Belo poema!!! Obrigada pela partilha!

    Beijos,
    AA

    ResponderEliminar
  51. Um outono que tinge
    de ocres jardins e campos,
    enquanto o Sol se inclina
    mais, cada dia mais,
    até deixar cair tão cedo
    a escuridão do dia...

    Um abraço bem grande, querida amiga

    ResponderEliminar
  52. Olá!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Visitando o seu blogue achei tão lindo que fiquei seguidora.
    Bjnhos:
    Cecília Campos

    ResponderEliminar

“Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós” (Antoine de Saint-Exupery).

Obrigado pela sua visita e pelo carinho que demonstrou, ao dispensar um pouco do seu tempo, deixando aqui no meu humilde cantinho, um pouco de si através da sua mensagem.